Os Versículos Mais Populares da Bíblia Hebraica

2
634
Os versículos mais populares da Bíblia Hebraica
Os versículos mais populares da Bíblia Hebraica
Introdução

Frequentemente, o site Bible Gateway, um dos principais sites de pesquisa de textos bíblicos do mundo, posta sua lista com os versículos mais procurados de todos os tempos.

Surpreendeu-me, todavia, que dos versículos bíblicos pesquisados, apenas 20% sejam da Bíblia Hebraica. Confesso que esperava um resultado um pouco mais expressivo.

Tirando da lista os versículos de Gn. 1, pois acredito que eles são bastante acessados porque muita gente apenas abra o site no primeiro capítulo, observemos cada uma dessas passagens:

Os Versículos
1) “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” (Jr. 29:11)

Ao contrário do que possa parecer fora de contexto, a passagem acima não é uma promessa geral, mas uma referência ao fim do exílio babilônio. Porém, ela é buscada por ter um tema de ânimo na adversidade.

2) “Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te apoies no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” (Pv. 3:5-6)

Esse par de versículos se refere a uma única passagem. É uma passagem que fala sobre confiar que o Eterno tem o melhor reservado para nós, e não darmos vazão ao desejo de andar em caminhos tortuosos.

3) “Não se aparte da tua boca o Livro desta Instrução; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o ETERNO teu Senhor é contigo, por onde quer que andares.” (Js. 1:8-9)

No contexto original, é uma promessa feita a Josué de que enquanto ele fizer o que o Senhor ordenar, Ele o apoiará em tudo. Mas, é procurada por causa da mensagem do Eterno sempre estar conosco quando nos mantemos obedientes.

4) “Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” (Is. 40:31)

Em seu contexto original, essa passagem fala sobre a esperança da reconstrução de Jerusalém na época do exílio babilônio. É muito buscada pela temática de ter esperanças no Eterno.

5) “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Senhor; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.” (Is. 41:10)

Originalmente, a passagem se dirige ao remanescente de Israel para que não temesse o mal, mas confiasse no Criador. É escolhida justamente por esse tema.

6) “Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união. É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o ETERNO ordena a bênção e a vida para sempre.” (Sl. 133:1-3)

Todos os versículos deste pequeno salmo são parte da lista. Ele é escolhido provavelmente por seu tamanho, mas também pelo tema da união fraternal.

7) “Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o ETERNO pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Senhor?” (Mq. 6:8)

Esta é a segunda passagem da lista que fala sobre como ser humano deve agir. É escolhida porque traz um resumo sobre a expectativa do Eterno para conosco.

8) “Deleita-te também no ETERNO, e te concederá os desejos do teu coração.” (Sl. 37:4)

Se lido em contexto, o salmista fala sobre seu desejo de ver a justiça sendo feita. Geralmente, é interpretado como promessa de que o Eterno fará o que desejamos, o que é uma interpretação perigosa. Mas, tal interpretação o torna popular.

9) “Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.” (Is. 26:3)

Originalmente, era promessa de paz para os que estavam angustiados com a possibilidade da queda de Jerusalém. É popular em virtude das suas palavras de paz.

Conclusões

Algumas conclusões são importantes quanto a essa lista de 13 versículos, que constituem 9 passagens.

Delas, apenas duas passagens fazem referência à importância de obedecer o Eterno. Sendo que apenas uma delas fala sobre obediência sem trazer junto algum tipo de promessa de bênção.

Em outras palavras: Infelizmente, mesmo entre os que crêem na Bíblia Hebraica, para a maioria das pessoas obedecer ao Senhor não é tema muito importante. Menos ainda, quando se trata de obediência sem esperar algo em troca.

E quais são os problemas mais comuns que fazem as pessoas recorrerem à Bíblia Hebraica?

6 dessas 9 passagens, ou 8 dos 13 versículos, trazem mensagens de esperança para tempos difíceis, o que mostra que a maioria das pessoas procura a Bíblia Hebraica em tempos de angústia.

Isso gera um problema, que nem sempre nos damos conta: Se o que mais nos faz buscar a Palavra do Eterno é o fato de passarmos por experiências de angústia, então o que o Eterno pode fazer para que leiamos mais as Escrituras?

A resposta é: Se agirmos assim, Ele nos dará mais experiências de angústia, para que através delas nós nos voltemos a Ele!

É preciso quebrar esse ciclo, buscando conhecer outros aspectos do Criador, deleitando-se na palavra dEle não apenas quando buscamos forças, mas também ao lembrarmos de seus feitos, ao vermos a sua ação na natureza, e ao reconhecer o poder transformador de estudar as Escrituras.

Sejamos a exceção para que, através do nosso exemplo, possamos ser luz para a maioria das pessoas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Felipe Não tenho palavras para me expressa do conforto que eu sinto em estes versículos;
    Shalom.

  2. Maravilhoso, simples e direto! Devemos buscar o Eterno em tempos bons e nos atribulados. Estar cada vez mais perto dEle é uma constante para uma vida equilibrada e feliz. Gratidão, Sha’ul, que o Eterno te abençoe!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here