EU SOU

0
414

Por que não me vês, ao contemplar a grandeza da minha criação?
Por que não me ouves, quando ordeno que teu próximo te aconselhe?
Por que não me sentes, a teu lado, em cada sorriso e cada lágrima?
Por que não me reconheces em teu fôlego, teus sonhos e tua consciência?

Não temas a morte, filho amado, porque Eu sou a vida.
Não pranteies pela enfermidade, filho amado, porque Eu sou a cura.
Não lamentes a solidão, filho amado, porque Eu estou sempre contigo
Não temas o obstáculo, filho amado, porque Eu sou a força que te impulsiona.

Eu estou na brisa que te acaricia o rosto, a cada dia.
Eu estou nos ventos que te levam adiante, em tua jornada.
Eu estou no orvalho, trazendo a ti o alento, quando precisas de repouso.
Eu estou no amor, na força, na justiça e na misericórdia.

Eu sou Aquele cujo esplendor da face criou a luz que te aquece.
Eu sou Aquele que te levanta do sono todas as manhãs.
Eu sou a origem de todas as estrelas que contais.
Eu sou o caminho que trilhais para o mundo vindouro.

Filho meu, busca-Me, e encontrarás a tua felicidade.
Filho meu, obedece-Me, e tua vida será plena e próspera.
Filho meu, roga-Me, e terás a resposta, mesmo que nem sempre te agrade.
Filho meu, conhece-Me, e encontrarás a eternidade.

Sou teu Senhor, mas também teu Pai.
Sou teu Juiz, mas também teu Defensor.
Sou teu Rei, mas também teu Ajudador.
Sou justiça e retidão, mas também misericórdia e compaixão.

Habitarei Eu entre os que envergonham o Meu Nome?
Habitarei Eu junto às contendas dos que querem exclusividade?
Habitarei Eu junto à altivez dos que são criaturas como tu és?
Habitarei Eu junto aos que, por ouro e prata, ferem e destroem?

Por que estás angustiado, se Me tens a teu favor?
Por que duvidas de tuas habilidades, se foste feito à Minha imagem?
Por que lamentas o fim de um ciclo, se um novo sempre se inicia?
Por que pedes o Meu agir, se já te concedi todas as ferramentas?

Acaso estarei entre as frias paredes com as quais te cercaste?
Acaso me encontrarás nas obras de tuas mãos, e em tua vaidade?
Acaso não estou nos mares, rios, montanhas e em tudo que criei?
Acaso não estarei onde tu estás, se tuas obras forem dignas de Mim?

Filho meu, tua alma também cresce, assim como o corpo.
Filho meu, teu defeito que te aflige é, na verdade, uma oportunidade.
Filho meu, o que sentes como derrota é somente uma lição de vida.
Filho meu, por que perguntas Quem sou, ou onde estou?

Eu sou o Todo e o Nada; a origem e o fim de tudo que é.
Eu sou O que te falta, e que há muito tens buscado.
Eu sou Aquele que cria, e que consuma, pela eternidade.
Eu sou o Eterno. Criei-te para que vivas em minha presença.

EU SOU.

(Autoria: Sha’ul Bensiyon)

Compartilhar
Artigo anteriorAs Sete Bênçãos para o Dia
Próximo artigoO Caminho do Eterno
Sou teólogo, judeu e um apaixonado pelas Sagradas Escrituras há mais de trinta anos. Como psicanalista, amo desvendar os mistérios da psique humana. O amor por essas duas coisas me motiva a buscar ver na Bíblia Hebraica o caminho para a felicidade e um relacionamento com o Altíssimo.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here